Download!Download Point responsive WP Theme for FREE!

Ano inicia melhor na geração de vagas de emprego

Texto: Pedro Garcia 

Santa Cruz do Sul/RS – Em mais um sinal de que a recessão está mesmo ficando para trás, o primeiro bimestre deste ano foi o melhor desde 2014 na geração de empregos com carteira assinada em Santa Cruz. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram criadas 2,2 mil vagas nos dois primeiros meses do ano.

Embora o município tradicionalmente encerre fevereiro com saldo positivo – em função, principalmente, da contratação de mão de obra temporária nas empresas de tabaco –, em 2018 foram geradas 504 vagas a mais do que no mesmo período em 2017. Conforme já havia sido projetado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fumo e Alimentação (Stifa), a demanda por safreiros não caiu, apesar da quebra de safra provocada pela estiagem e pela redução da área plantada – o que se explica em parte pelos estoques das empresas. O setor fumageiro é responsável sozinho pela criação de mais de 2 mil vagas. Foram criadas, por exemplo, 1.490 vagas de auxiliar de processamento de tabaco, com salário médio de R$ 1.248,73, além de 190 vagas de operador de empilhadeira. Funções como assistente administrativo e apontador de produção também estão entre as que mais empregaram.

Na prática, todos os principais setores da economia tiveram desempenho positivo no bimestre. O setor de serviços teve o segundo melhor saldo, puxado por segmentos como o de imobiliárias, hotéis, restaurantes, serviços médicos e ensino, o que sinaliza para uma retomada do consumo, como efeito da queda da inflação e da taxa de juros. Na mesma linha, a construção civil, que vem fechando empregos formais sistematicamente desde o fim do boom do crédito subsidiado, voltou a gerar vagas.No caso do comércio, o desempenho teve mais influência do segmento atacadista, enquanto o varejo fechou postos.

Na relação das maiores economias do Rio Grande do Sul, Santa Cruz ficou atrás apenas de Caxias do Sul. No Vale do Rio Pardo, Venâncio Aires, outro importante polo de beneficiamento de tabaco, também se destacou na geração de vagas.

O SALDO POR SETOR

SETOR    2017    2018

Indústria    1.816    2.231    

Comércio    131    46    

Serviços    92    215    

Construção civil    -68    57

*Estão listados apenas os principais setores.

NA REGIÃO

Santa Cruz do Sul    2.274    

Venâncio Aires    1.641    

Candelária    156    

Vera Cruz    142    

Rio Pardo    100

Sinimbu    9    

Vale do Sol    4    

Encruzilhada do Sul    4

NO ESTADO

  • Caxias do Sul    3.325
  • Santa Cruz do Sul    2.274        
  • Porto Alegre    775        
  • Gravataí    510
  • Triunfo        422    
  • Novo Hamburgo    392    
  • Rio Grande    190    
  • Passo Fundo    177    
  • Canoas    105    
  • Pelotas        88    

*Estão listadas as dez maiores economias, segundo a FEE.

Share

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *