SindiTabaco diz que vê o momento com preocupação

Iro Schünke

Iro Schünke

 Moscou, Rússia – O presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Iro Schünke, que integra a delegação brasileira na Rússia, lembra que a indústria é amplamente favorável à diversificação e apoia iniciativas que gerem mais renda na pequena propriedade. “O documento que foi apresentado, entretanto, traz palavras como ‘reconversão’ e ‘transmissão’ de cultura. Sinalizamos também com preocupação a proposta do documento de responsabilizar unicamente a indústria por ações relativas às questões de segurança e saúde do produtor rural e meio ambiente. O setor produtivo do tabaco no Brasil é sustentado por um sistema de integração. A indústria é parte fundamental desta cadeia produtiva, mas não é única e tem se mostrado proativa em questões relacionadas à produção sustentável, atuando de forma a conscientizar, prevenir e combater problemas sociais e ambientais relacionados à produção de tabaco”, afirma o executivo.

Schünke também está preocupado com possíveis restrições a financiamentos públicos. “Este é um ponto que remete à proposta que já foi feita no passado, mas que acabou sendo descartada pelo governo brasileiro. A representação brasileira deveria rejeitar qualquer medida que configure o cerceamento da liberdade do produtor em cultivar tabaco”, defendeu.

Romar Beling/enviado especial
romar@editoragazeta.com.br
Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *