Santa Cruz do Sul sedia reunião do Coresta

Santa Cruz do Sul/RS – Nesta semana, Santa Cruz do Sul recebeu o Board do Centro de Cooperação para Estudos Científicos em Tabaco (Coresta), com sede na França. O evento contou com a presença do presidente, Huub Vizée, e  do secretário geral da entidade, Pierre-Marie Guitton, além de diversos pesquisadores, cientistas, consultores e representantes de centros de pesquisa relacionados a tabaco oriundos de 10 países, como Estados Unidos, Coréia, China, Suíça, França, Japão, Alemanha, México, Holanda e Inglaterra.

O grupo esteve reunido na sede do SindiTabaco até essa quarta-feira ao meio-dia, debatendo diversos temas  relacionados à pesquisa e desenvolvimento na indústria do tabaco. Durante as atividades, o grupo também teve acesso aos principais números do setor, apresentados pelo presidente do SindiTabaco, Iro Schünke, e seus assessores. O sistema integrado de produção e projetos desenvolvidos pelo SindiTabaco, bem como os trabalhos do Instituto Crescer Legal também foram apresentados. A programação contou ainda com uma visita a produtores de tabaco e a usina de beneficiamento do produto.

O presidente e o secretário do Coresta permaneceram em Santa Cruz até esta sexta-feira para participar de reuniões com a Comissão Organizadora do próximo Coresta Agro-Phyto Groups Meeting. O encontro teve por objetivo trocar informações acerca dos preparativos do evento, bem como para visitar os locais onde será realizado, na Universidade de Santa Cruz do Sul, de 22 a 26 de outubro deste ano.

SOBRE O CORESTA – O Centro de Cooperação para Estudos Científicos em Tabaco (Coresta) é uma associação fundada em 1956, regida pela legislação francesa, cujo objetivo é promover a cooperação internacional nos estudos sobre tabaco. Os 150 membros titulares da entidade são organizações, incluindo empresas, institutos, laboratórios e associações, com atividades relacionadas ao tabaco e seus produtos, seja no campo de produção (agronomia, melhoramento genético, fitopatologia) ou nas unidades de fabricação, química, metrologia ou materiais (papel de cigarro e filtros). Os associados estão sediados em mais de 40 países e representados em mais de 50 por meio de suas subsidiárias e afiliadas. No site www.coresta.org, é possível acompanhar todas as deliberações do Coresta.

SOBRE O SETOR DO TABACO – O Brasil é o 2º maior produtor e o 1º no ranking mundial de exportações de tabaco em folha há mais de 20 anos. O Sistema Integrado de Produção é responsável por esta liderança, pois prima pela qualidade e a integridade do produto, com assistência técnica e garantia de compra aos produtores. Esta liderança também está relacionada à produção sustentável no País, com ações relacionadas à saúde e segurança do produtor, preservação do meio ambiente e proteção da criança e do adolescente, área em que é considerado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) um exemplo. O setor do tabaco é pioneiro e tem servido de modelo para outras culturas do agronegócio.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *