Rumo a Santa Catarina

Por: Giovane Luiz Weber, produtor de tabaco, e Alan Toigo, suporte em audiovisual

Olá pessoal, tudo bem? Ontem pudemos visitar a propriedade de um jovem que, a meu próprio exemplo – fiz o mesmo –, optou pela agricultura. Ambos tivemos experiência de trabalhar na cidade, mas decidimos voltar para o meio rural. Tive o primeiro contato com o Matheus Lopes há muito tempo, por ele ter entrado em contato com a página Fumicultores do Brasil. Ele queria mais informações a respeito de uma variedade de tabaco que tinha visto num dos meus vídeos. A partir disso, soube da história dele e de sua decisão de desistir de um emprego na cidade para retornar e auxiliar a família nas lidas da lavoura. Uma frase dele que me marcou muito foi: “Na tevê e na internet se via e lia muito sobre agro. Agro era tudo. Menos tabaco.” Foi então que ele conheceu a página Fumicultores do Brasil e nosso esforço para divulgar essa atividade no Sul do País.

Outro produtor que tive oportunidade, e muito prazer, de conhecer no intervalo do almoço em Rebouças é Paulo Opolinski, que reside a 4 quilômetros da sede do município. Ele se deslocou até a cidade só para me dar um aperto de mão e fazer uma foto. Conheço ele também há muito tempo, pela internet. Opolinski cultiva 170 mil pés de tabaco com seus irmãos. É muito comum nessa região do Paraná encontrarmos irmãos trabalhando em conjunto nas propriedades, dividindo em partes iguais o lucro da safra. Eles ainda produzem soja. Além de agricultor, Paulo é gaiteiro de mão cheia, atuando no conjunto Alma do Pampa. Como diria um bom gaúcho: “Mas bah tchê, puxa a gaita, gaiteiro!”.

Nos despedimos assim da família Lopes e ao mesmo tempo do Paraná e seguimos rumo a Pouso Redondo e Vidal Ramos, em Santa Catarina, onde iniciaremos as nossas visitas a propriedades hoje.

São histórias e exemplos como esses, que conhecemos no ano passado, que teremos a satisfação de compartilhar com os leitores ao longo da semana, em visitas a diferentes regiões dos três estados. Um grande abraço e nos acompanhe diariamente pelas páginas da Gazeta do Sul ou no ambiente digital do Portal Gaz.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *