Rodada de negociação da próxima safra termina hoje

Santa Cruz do Sul/RS – Ocorre até a tarde de hoje na sede da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) a rodada de negociações entre representantes dos produtores e das indústrias do tabaco com vistas à safra 2015/16. A ideia é montar um planejamento que evite excesso de produção, o que pressiona para baixo os preços pagos aos fumicultores. Enquanto isso, na chamada região do cedo (litoral sul de Santa Catarina e parte baixa do Vale do Rio Pardo), os agricultores já começam a preparar os canteiros de mudas.

Nessa quarta-feira os dirigentes da Afubra e das federações de trabalhadores na agricultura do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná tiveram uma reunião prévia e depois deram início aos encontros individuais com representantes das empresas Philip Morris, Souza Cruz, JTI e Universal Leaf. Hoje os encontros são com China Brasil Tabacos, Alliance One, CTA e Premium.

Segundo o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, é fundamental que a produção de tabaco no Brasil seja equivalente à demanda. “Queremos saber de cada empresa quais os planos para a nova safra no que diz respeito à produção contratada. Não podemos deixar o fumicultor plantar para depois dizer que não tem mercado e castigá-lo na hora da compra”, defende.

Assessoria de Comunicação da Afubra
Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *