Philip Morris fecha acordo com produtores e vai reajustar tabaco em 6,4%

Santa Cruz do Sul/RS – Mais uma empresa fumageira fechou acordo para reajuste do preço do tabaco na safra 2014/15. A Philip Morris Brasil ofereceu 6,4%, mesmo índice que já havia sido acordado no início de dezembro com a Souza Cruz. A proposta foi comunicada, por telefone, ao presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Albano Werner, na última segunda-feira (12). Nesta quinta-feira as entidades representativas dos produtores irão assinar o protocolo.

O presidente da Afubra ainda teve contato com as empresas Universal Leaf, Alliance One e China Brasil. A Universal ainda não tem proposta definida. As outras duas pretendem oferecer os mesmos 6,4% de reajuste, mas somente para as classes B e T. “Para as categorias X e C e a variedade Burley ainda não há uma definição por parte das companhias. Então, as entidades não fecharam acordo e esperam um novo encontro para continuar a negociação”, revela Werner.

Já com a JTI, integrantes da Afubra, Farsul e Fetag – as duas últimas representando as entidades co-irmãs de Santa Catarina e Paraná – se encontraram pessoalmente na sede da Afubra. Na ocasião, a empresa propôs o reajuste de 6%. O acordo não foi fechado e continua aberta a negociação. Clique aqui e ouça entrevista do presidente da Afubra sobre o assunto.

Departamento de Comunicação da Afubra
Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *