PERDAS COM GRANIZO PODEM CHEGAR A R$ 56 MILHÕES EM VENÂNCIO AIRES

Venâncio Aires/RS – Levantamento extraoficial envolvendo dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, de Agricultura, Defesa Civil, Emater/RS-Ascar e Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) indica que os prejuízos nas lavouras com os temporais podem chegar a R$ 56 milhões em Venâncio Aires. O valor representa quase o triplo da soma constante nos relatórios disponibilizados pela Emater na última semana, que apontavam R$ 20 milhões de prejuízo apenas nas lavouras de tabaco. O município é o maior produtor da cultura no País e a previsão da colheita para a safra 2014/15 era de 23.130 toneladas, envolvendo 4 mil produtores em 8.300 hectares de área plantada.

Com o granizo que caiu durante a tarde de quarta-feira, principalmente nos distritos de Vila Estância Nova, Vila Deodoro e Vila Terezinha, estima-se que foram afetadas 3.500 plantações de tabaco, o que os técnicos consideram uma calamidade no interior. Apenas 10% do fumo estava colhido. O restante da plantação se encontrava em diferentes estágios. Além do tabaco, as lavouras de milho e feijão também sofreram prejuízos, bem como outros setores de diversificação de culturas, menos significativas para a economia, mas importantes para os produtores.

O produtor Geovane Wagner, do 9° distrito, também da localidade de Linha Taquari Mirim, foi ao gabinete do prefeito ontem e fez questão de mostrar o tamanho do granizo a Airton Artus. Ele plantou 40 mil pés de tabaco numa área de 2,4 hectares e diz que as pedras comprometeram praticamente toda sua lavoura. “Disseram que as pedras eram do tamanho de bolas de pinguepongue, mas estas aqui são quase do tamanho de uma bola de tênis”, lamentou.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Venâncio Aires
Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *