Jovens se reúnem para trocar experiências de vida

Michelle Treichel (michelle@editoragazeta.com.br)

O Instituto Crescer Legal realizou ontem o 3º Encontro Regional de Aprendizes Rurais, em Santa Cruz do Sul. Aproximadamente 250 pessoas estiveram reunidas na sede da Associação Atlética Souza Cruz, quando jovens egressos e aprendizes das atuais sete turmas do Programa de Aprendizagem Profissional Rural tiveram a oportunidade de compartilhar suas experiências. O dia de troca também contou com a participação de educadores, equipe pedagógica, parceiros e associados ao Instituto. Durante a manhã, a programação contou com uma conversa que integrou a empresa Dale Carnegie e ex-alunos do Projeto Geração do Amanhã.

Durante sua explanação para os jovens ontem, o diretor presidente do Instituto Crescer Legal, Iro Schünke, compartilhou uma história de sua juventude, quando aprendeu a jogar xadrez lendo sobre a modalidade e dedicando horas incansáveis à prática. Todo empenho fez com que ganhasse um torneio de xadrez na época, derrotando o jogador preferido. “Com perseverança podemos ir muito longe. Este programa educa para a vida e abre novos horizontes. Vocês são protagonistas”, disse. Além disso, destacou que a iniciativa tem cumprido seu papel de desenvolver melhor os jovens do meio rural para alcançarem seus objetivos.

Depois a dinâmica na primeira parte do dia, a troca de experiências entre os participantes teve continuidade à tarde, quando foram apresentados os trabalhos destaque das turmas deste ano e projetos de vida dos jovens. Além disso, ocorreram relatos do Programa Nós Por Elas – A voz feminina do campo, que busca valorizar e desenvolver meninas egressas do Programa de Aprendizagem. De acordo com a gerente do Instituto Crescer Legal, Nádia Fengler Solf, desde 2015, quando a entidade foi criada, já foram formados 204 jovens no curso de Gestão Rural e Empreendedorismo dentro do Programa de Aprendizagem Profissional Rural.

Mudanças de paradigma
Os jovens que participam do programa relatam mudanças em suas vidas. Aos 16 anos, Pietro Gabriel Pereira faz parte da turma de Cerro Branco da edição deste ano do curso de Gestão Rural e Empreendedorismo. “É uma oportunidade única de aprendizado para que possamos ter uma visão mais ampla e com melhor entendimento das coisas”, destaca. Com instrução de André Skolaude, os jovens se reúnem no contraturno escolar na Emef Augusto Schultz. “Os debates em grupo são fundamentais para nossa formação”, acrescenta o estudante, que conta com o apoio dos pais Wagner Silva e Carla Pereira – a família produz arroz e tabaco no município.

Moradora da localidade de São Martinho, no interior de Santa Cruz do Sul, a jovem Josi Carine Scherner, de 18 anos, é egressa da segunda turma Programa de Aprendizagem Profissional Rural. Hoje, enquanto conclui o ensino médio no Colégio Estadual Monte Alverne, já planeja o futuro da propriedade. “Antes do curso eu não sabia se iria continuar na agricultura, mas agora tenho certeza do que quero para o futuro”, comenta. Entre as ideias, está a criação de galinhas poedeiras, que foi tema de seu projeto de conclusão do curso. Na unidade familiar, atualmente, os pais Dari e Marlene Scherner produzem tabaco e alimentos para consumo.

Gestão Rural e Empreendedorismo
O curso Gestão Rural e Empreendedorismo, do Programa de Aprendizagem Profissional Rural, envolve este ano mais de 130 jovens da região, com idade entre 14 e 17 anos e contratados via Lei da Aprendizagem. A ideia é que, ao invés de trabalharem na empresa contratante, reúnam-se diariamente no contraturno escolar para vivenciar práticas que estimulam o desenvolvimento pessoal e expandam as opções para seus projetos de vida. Os encontros são em Boqueirão do Leão, Cerro Branco, Herveiras, Passo do Sobrado, Sinimbu, Vale do Sol e Vera Cruz.

Viagens pedagógicas e visitas técnicas fazem parte do programa das atividades, que preveem ainda o estudo e análise das propriedades rurais, diagnóstico do município e da região com estudos dos arranjos produtivos locais e mapeamento das parcerias locais e alianças estratégicas. Os adolescentes também desenvolvem trabalhos em grupo envolvendo as famílias e a comunidade e estudos de viabilidade de desenvolvimento de produtos de gestão no meio rural. A formatura conjunta da turma 2019 está marcada para o dia 12 de dezembro, em Santa Cruz do Sul.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *