Instituto Crescer Legal firma convênio em Vale do Sol

Vale do Sol/RS – Assinado na tarde da última quinta-feira, dia 21 de julho, o convênio para implantação do Programa de Aprendizagem Profissional Rural, do Instituto Crescer Legal, no município de Vale do Sol.  A novidade deverá alterar a rotina de 20 adolescentes do município nos próximos meses. A assinatura foi realizada na Câmara de Vereadores, durante a formaçicipação do diretor-presidente do Instituto, Iro Schünke, do coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Educação, Luiz ão dos professores da rede municipal, e contou com a partRicardo Pinho de Moura, e do prefeito de Vale do Sol, Clécio Halmenschlager.

A primeira turma de Vale do Sol do curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” já foi selecionada e deverá iniciar no mês de agosto, em data a ser definida. As atividades viabilizadas pela parceria serão desenvolvidas na Escola Estadual de Ensino Médio Guilherme Fischer. No convênio, as partes firmaram compromissos mútuos para a realização das atividades. A prefeitura está a cargo do transporte e da alimentação dos jovens, a 6ª CRE cedeu o espaço para a realização e o Instituto entrará com a implantação e coordenação do curso.

Os adolescentes participantes possuem contratos como jovens aprendizes e recebem salário proporcional a 20 horas semanais, além de certificação e demais direitos de acordo com a Lei de Aprendizagem (Lei 10.097/2000 e Dec. 5598/2005). A proposta da formação está voltada para o desenvolvimento de um empreendedor em agricultura polivalente, que planeja e administra unidade de produção.

Para o diretor-presidente do Instituto, Iro Schünke, o programa tem como objetivo facilitar o acesso à educação e profissionalização dos jovens no meio rural. “O Instituto foi criado em 2015 com esse propósito. É uma oportunidade ímpar para os adolescentes e temos certeza que trará bons resultados”, disse Schünke.

Para o prefeito de Vale do Sol, Clécio Halmenschlager, essa é uma grande oportunidade para os jovens despertarem o empreendedorismo rural de forma sustentável. “Estamos dando um passo muito importante hoje graças a uma iniciativa do Sinditabaco e das empresas associadas, por meio do Instituto Crescer Legal. Temos certeza que o programa agregará ainda mais conhecimento e será uma forma de tirar os jovens da ociosidade e do caminho das drogas, problema que temos enfrentado no meio rural.”

O coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Educação, Luiz Ricardo Pinho de Moura, disse ser uma satisfação poder ser um parceiro do Instituto. “Com uma metodologia em que o jovem se sente integrado, um tripé oportuno surge: escola, família e sociedade unidas para qualificar os nossos jovens”, afirmou.

SAIBA MAIS – O curso terá duração de 11 meses, com quatro horas diárias de segunda a sexta-feira, totalizando 920 horas. Toda a carga horária será cumprida na instituição de aprendizagem. No programa das aulas, estão atividades como estudo e análise das propriedades rurais, diagnóstico do município e da região com estudos dos arranjos produtivos locais e mapeamento das parcerias locais e alianças estratégicas. Os estudantes também desenvolverão trabalhos em grupo envolvendo as famílias e a comunidade e farão estudos de viabilidade de desenvolvimento de produtos.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *