Instituto Crescer Legal encerra piloto com formatura em Santa Cruz do Sul

Santa Cruz do Sul/RS – Depois de formar turmas em Candelária, Vale do Sol, Venâncio Aires e Vera Cruz, está agendada para a próxima quinta-feira, 07 de dezembro, a solenidade de formatura da quinta e última turma do piloto do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal. O evento será realizado no Auditório do Memorial da Universidade de Santa Cruz do Sul, a partir das 8h30min. Na ocasião, 17 jovens aprendizes do distrito de Boa Vista e outras localidades do interior de Santa Cruz do Sul receberão o certificado pela conclusão do curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural”.

Autoridades e parceiros do Instituto Crescer Legal confirmaram presença no evento. Entre eles, a coordenadora do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional (FOGAP) e do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FEPETI), auditora fiscal do Ministério do Trabalho, Denise Brambilla González, que será a madrinha da turma.

Com idades entre 15 e 18 anos, os adolescentes que participaram do programa foram contratados como aprendizes e receberam remuneração e terão certificação de acordo com a Lei de Aprendizagem (Lei 10.097/2000 e Dec. 5598/2005). Em Santa Cruz do Sul, as empresas Alliance One Brasil e Universal Leaf Tabacos envolveram-se no processo de contratação, cedendo cotas de aprendizagem. O projeto contou com recursos doados ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) e teve ainda o apoio da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE) e da Secretaria Municipal de Educação.

SAIBA MAIS SOBRE O CURSO – Os jovens foram selecionados entre as famílias de produtores e trabalhadores rurais das localidades com o auxílio dos orientadores e instrutores das empresas associadas ao Instituto Crescer Legal. O curso teve duração de um ano, com 4 horas diárias de segunda a sexta-feira, totalizando 920 horas de atividades teóricas e práticas em gestão. Toda a carga horária foi cumprida na instituição parceira, junto à família, na comunidade, em visitas pedagógicas e técnicas. No programa das atividades estiveram o estudo e análise das propriedades rurais, diagnóstico do município e da região com estudos dos arranjos produtivos locais e mapeamento das parcerias locais e alianças estratégicas. Os adolescentes também desenvolveram trabalhos em grupo envolvendo as famílias e a comunidade e concluíram a aprendizagem com estudos de viabilidade de desenvolvimento de produtos de gestão no meio rural.

CONHEÇA OS JOVENS APRENDIZES

As atividades iniciaram no dia 16 de novembro de 2016 e foram realizadas nas dependências da Escola Estadual de Ensino Fundamental Guilherme Simonis, na localidade de Linha Boa Vista, pela educadora Graziele Pinton.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *