Instituto Crescer Legal apresenta jovens aprendizes rurais

Candelária/RS – A primeira turma do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal será apresentada à comunidade nesta quinta-feira, dia 9 de junho, em Candelária (RS). O evento, promovido pelo Instituto, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, começa às 14 horas, na Escola Municipal de Ensino Fundamental São Paulo, na localidade de Linha do Rio.

Foram convidadas autoridades locais, associados e parceiros do Crescer Legal, familiares dos jovens aprendizes e imprensa. Na ocasião, também serão apresentadas as instalações e equipe de educadoras do curso, viabilizado com a parceria da prefeitura de Candelária e recursos doados por meio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

Composto por 20 jovens aprendizes, o curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” iniciou as atividades no dia 9 de maio. Os adolescentes foram selecionados entre os produtores rurais da localidade, com o auxílio dos orientadores e instrutores das empresas. O curso terá duração de 11 meses, com 4 horas diárias de segunda a sexta-feira, totalizando 920 horas. Toda a carga horária será cumprida na instituição de aprendizagem.

No programa das aulas, estão atividades como estudo e análise das propriedades rurais, diagnóstico do município e da região com estudos dos arranjos produtivos locais e mapeamento das parcerias locais e alianças estratégicas. Os estudantes também desenvolverão trabalhos em grupo envolvendo as famílias e a comunidade e farão estudos de viabilidade de desenvolvimento de produtos.

Os adolescentes participantes do Programa de Aprendizagem Profissional Rural possuem contratos como jovens aprendizes e recebem salário proporcional a 20 horas semanais, além de certificação e demais direitos de acordo com a Lei de Aprendizagem (Lei 10.097/2000 e Dec. 5598/2005). A proposta da formação está voltada para o desenvolvimento de um empreendedor em agricultura polivalente, que planeja e administra unidade de produção.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *