Instituto Crescer Legal apresenta curso em oficina da OIT

O Instituto Crescer Legal foi convidado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) a apresentar a experiência do Programa de Aprendizagem Profissional Rural durante a oficina de trabalho Integração de Experiências sobre Aprendizagem Profissional para Adolescentes e Jovens da Agricultura Familiar. O evento foi realizado no dia 24 de maio, em Porto Alegre, com o objetivo de fomentar o diálogo colaborativo e o conhecimento de experiências sobre Aprendizagem Profissional Rural existentes e contribuir com o Grupo Técnico de Estudos (GTE) na construção de um modelo de aprendizagem profissional adequado à realidade da agricultura familiar.

A oficina de trabalho recebeu integrantes do Judiciário; do Ministério Público do Trabalho; do Governo Federal; do Sistema S.; do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop); do Fórum Nacional e Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil; do Fórum Nacional e Estadual de Aprendizagem Profissional e de organizações não-governamentais. Foram convidadas organizações que já desenvolvem ações de Aprendizagem Profissional, especialmente de aprendizagem profissional voltada para adolescentes e jovens da agricultura familiar.

A consultora do Instituto Crescer Legal, Ana Paula Motta Costa, representou a entidade durante a atividade e apresentou o Programa de Aprendizagem Profissional Rural, que prevê cursos de Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural. As primeiras turmas já estão em atividade em Candelária e Vera Cruz, onde 40 jovens foram contratados como aprendizes e receberão certificação de acordo com a Lei de Aprendizagem (Lei 10.097/2000 e Decreto 5598/2005).

Os adolescentes foram selecionados entre os produtores rurais das localidades com o auxílio dos orientadores e instrutores das empresas associadas. A proposta da formação está voltada para o desenvolvimento de um empreendedor em agricultura polivalente, que planeja e administra unidade de produção. Outras três turmas devem iniciar as atividades ainda em 2016, nos municípios gaúchos de Venâncio Aires, Vale do Sol e Santa Cruz do Sul.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *