Granizo já prejudicou 7,3 mil lavouras de tabaco

Texto: Heloísa Corrêa, Jornal Gazeta do Sul

Santa Cruz do Sul/ RS – O número de lavouras de tabaco afetadas por quedas de granizo durante toda a safra atual chegou a 7.336 nos três estados do Sul. No Vale do Rio Pardo, passa de 2 mil. A atualização foi feita pela área técnica da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), na manhã do último sábado. No mesmo período do ano passado, o número de lavouras danificadas era de 1.592.

A maioria dos produtores prejudicados notificou a Afubra neste mês. Foram, pelo menos 6 mil novas lavouras destruídas pelos temporais de granizo de outubro, como o do dia 1º e os de quarta e quinta-feira passadas. Os técnicos ainda precisam avaliar aproximadamente 2,5 mil lavouras.

Esse trabalho deve se estender até sábado, se o tempo continuar firme. Segundo o coordenador de Pesquisa e Estatística da Afubra, Alexandre Paloschi, o percentual de lavouras não é significativo a ponto de representar quebra na safra. Até o momento, somente 5% da safra foi colhida na região. “Agora é que o tabaco está começando a se desenvolver nas áreas mais altas. Só por aqui  (zona baixa da região) que ele já começou a ser colhido.”

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *