EXPEDIÇÃO: Para Seu Arno, diversificar é palavra de ordem

Arno Dal Pont já investe em milho, aviário e eucaliptos

Arno Dal Pont já investe em milho, aviário e eucaliptos

Timbé do Sul – Na propriedade de Arno Dal Pont, no interior de Timbé do Sul (SC), região de Araranguá, todo o fumo da atual da safra já foi colhido e secado. Após 200 mil pés plantados e 26 estufadas, espera-se registrar uma produção de 1,8 mil arrobas. O trabalho na propriedade, porém, está longe de parar.

Além de Seu Arno, vivem e trabalham no local a esposa, três filhos casados e as noras. Por ali, diversificar é palavra de ordem. O hábito de plantar milho na resteva do fumo é antigo, mas nos últimos oito anos outras culturas foram ganhando espaço.

Hoje, a propriedade conta com um aviário com capacidade para 25 mil galinhas, além de cerca de 60 mil pés de eucalipto. Ambos os investimentos foram viabilizados com financiamentos – no caso do aviário, o custo chegou a R$ 250 mil. Para complementar a renda, os filhos ainda criam algumas vacas e porcos.

Fumo ainda é a principal fonte de renda da propriedade

Fumo ainda é a principal fonte de renda da propriedade

Para Seu Arno, a monocultura não é o caminho ideal. “Ficar num só não é bom. Queremos fazer a propriedade crescer, então fazemos tudo o que podemos, pois tudo é uma ajuda”, observa. E o plano é seguir investindo: ampliar a capacidade do aviário para mais 80 mil galinhas e aproveitar parte dos 57 hectares adquiridos para os eucaliptos para plantação de bananas devem ser os próximos passos. “Vamos continuar plantando fumo, mas a ideia é reduzir um pouco a produção e investir em outras culturas. Isso nos protege”, acrescenta.

Caminhos-do-Tabaco_barra-materias

1 comentário

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *