EXPEDIÇÃO: Enquanto uns colhem, outros já semeiam

Na propriedade de Pedro Paulo, safra ocorre em duas etapas

Na propriedade de Pedro Paulo, safra ocorre em duas etapas

Araranguá – Enquanto no Rio Grande do Sul e na maioria das regiões produtoras a maior parte do fumo segue na lavoura e ainda há muita colheita pela frente, em Araranguá (SC) mais de 80% do tabaco já foi colhido e a comercialização avança a passos largos. Mas não há como não se surpreender com o que se vê ao entrar em uma propriedade da localidade de Vila Santa Catarina. Por lá, a semeadura da próxima safra já está em andamento: pessoas trabalham na preparação dos canteiros e algumas bandejas já estão prontas.

A propriedade, que é administrada por quatro irmãos em sociedade, mantém há 10 anos um volume de produção bem acima da média. No atual ciclo, deve chegar a nada menos que 1,1 milhão de pés – cerca de 150 toneladas. Para viabilizar isso, são, na prática, duas safras. Uma começou há três semanas, com a semeadura – entre 12 e 14 canteiros estão prontos. É a chamada “safra do cedo” ou “safrinha”. Ao todo, serão 600 mil pés nesse primeiro momento.

O transplante das mudas para a lavoura deve ocorrer entre fins de março e início de abril. Nessa mesma época, terá início a semeadura da segunda etapa – a “safra do tarde” ou “safra normal”. O plantio das outros 400 mil pés deve ocorrer em julho – mais ou menos na época que outros produtores da região. Para essa produção em “larga escala”, a propriedade conta com entre 10 e 15 empregados (apenas no período da colheita) e nada menos que 19 estufas no modelo LL (em que as folhas são colocadas soltas).

Em função do terreno arenoso, o fumo é a única atividade da propriedade – embora um quinto irmão mantenha um núcleo de aviários em área próxima e todos tenham participação no negócio.

No ciclo passado, a produção foi prejudicada pela ocorrência do Amarelão, que levou a uma quebra de 12% na safra. Já este ano, com praticamente toda a comercialização concluída, o clima é de satisfação. “Não dá para reclamar. Quem tem fumo de qualidade, está vendendo bem”, afirma Pedro Paulo Francisco, um dos sócios.

Caminhos-do-Tabaco_barra-materias

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *