CVT do Vale do Rio Pardo poderá ser inaugurado na Expoagro

Texto: Natany Borges (natany.borges@gaz.com.br), Jornal Gazeta do Sul

Rio Pardo/RS – O Centro Vocacional Tecnológico da Diversificação da Fumicultura do Vale do Rio Pardo (CVT) poderá ser inaugurado na próxima edição da Expoagro Afubra. Ao menos é o que ficou acordado após reunião esta semana entre o responsável pela Secretaria de Planejamento, Indústria e Comércio de Rio Pardo, Diego Dressler, e o pró-reitor de Extensão e Relações Comunitárias da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Angelo Hoff.

Com 80% da construção concluída na localidade de Rincão del Rey (30% a mais do que em junho), resta ainda finalizar os acabamentos – colocação de piso, pintura completa dos prédios e compra do mobiliário. Segundo o secretário Dressler, a licitação para a última etapa já está concluída e a expectativa é que os materiais e equipamentos que irão ocupar o espaço sejam adquiridos até dezembro. “Agora estamos no processo de formar a governança do CVT. É o momento em que iremos chamar as entidades ligadas à diversificação de culturas e discutir sobre a deliberação das atividades do centro”, complementa o pró-reitor Angelo Hoff.

Serão convocadas entidades como Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Pardo; Emater; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Afubra; Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc); Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) e Arranjo Produtivo Local (APL VRP). A ideia é trabalhar para ampliar o funcionamento do centro no âmbito da região.

Dressler ainda afirma que auxiliou a agilizar as obras a liberação, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da segunda parcela dos recursos para a construção do centro, no valor de R$ 1,5 milhão. “Pelo menos por enquanto não nos falta verba. Mas ainda há algumas questões a serem definidas, como a segurança do prédio e detalhes finais que sempre geram custos.” As obras do CVT, localizado no Parque de Exposições da Expoagro Afubra, começaram em 30 de junho de 2016.

O projeto
A implantação do CVT ocorrerá por meio de parceria entre Prefeitura de Rio Pardo, Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede/VRP). O projeto centralizará as ações da diversificação da agricultura familiar da região e servirá como unidade de extensão tecnológica que articula pesquisa aplicada e educação tecnológica e profissional. Seu objetivo será estimular a transferência de conhecimento para o desenvolvimento regional sustentável.

O CVT também promoverá a difusão e a extensão tecnológica das pesquisas originadas no TecnoUnisc por meio de cursos e capacitações, que deverão gerar um grande processo de diversificação agrícola e industrial regional, com foco na biotecnologia e oleoquímica.
A expectativa é de que as atividades já estejam a pleno vapor no centro já na próxima Expoagro Afubra, programada para os dias 21, 22 e 23 de março de 2018.

Bromatologia
Dentre os próximos desafios da construção do CVT está a implementação de um Laboratório de Bromatologia, para análise da qualidade e composição dos alimentos e rotulagem dos produtos das pequenas agroindústrias. Como a instalação deste espaço não estava prevista inicialmente, o pró-reitor Angelo Hoff explica que a universidade e a Prefeitura de Rio Pardo tentarão viabilizar por meio da alteração do plano de trabalho pré-aprovado. “Identificamos que uma das lacunas dos agricultores de pequenas agroindústrias é justamente providenciar a rotulagem adequada dos produtos. Por isso a ideia de criar esse espaço.”

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *