Contribuições para Mutualismo são aprovadas

Santa Cruz do Sul/ RS – Ao participarem da assembleia geral da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), na manhã de sábado, associados da entidade aprovaram a manutenção das taxas de contribuição que incidem sobre o Sistema Mutualista. Para a safra 2016/2017, as taxas de inscrição irão variar de 3,6% a 6%, no caso do granizo, e de 8,6% a 14,4%, sobre granizo ou tufão. A reunião, realizada no Teatro do Colégio Mauá, em Santa Cruz do Sul, contou com aproximadamente 500 pessoas de diferentes municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O percentual de contribuição para inscrição das lavouras de tabaco para o auxílio sobre danos causados pelo granizo também foi mantido em 6%, válido para a safra 2016/2017. Para quem tem direito às bonificações de 10%, 20%, 30% e 40%, as taxas são de 5,4%, 4,8%, 4,2% e 3,6%, respectivamente. O bônus é concedido aos produtores que efetuam inscrição de forma ininterrupta e que não têm registro de prejuízos indenizáveis durante períodos pré-determinados.

“Embora se tenha registrado uma grande precipitação de granizo na safra, a Afubra não aumentou o percentual de 6%, pois a entidade, para fazer frente aos prejuízos causados pelas intempéries, tem hoje outras receitas que agregam àquela vinda dos produtores associados”, explica o presidente da Afubra, Benício Albano Werner. Sobre o pagamento de indenizações, informa que, na safra 2015/2016, foram pagos R$ 121.759.156,30 por danos em lavouras; R$ 4.294.212,80 para estufas sinistradas e R$ 5.798.568,00 de auxílio-funeral.

A Unidade Referencial Mutual (URM), que estava no valor de R$ 10,77, passou para R$ 11,84, que vai valer até a próxima assembleia. O aumento foi de 9,94%. As contribuições que incidem sobre os auxílios funeral e para reconstrução de estufas, no entanto, permanecem as mesmas, ou seja, em 4 e 8 URMs, respectivamente. Para os auxílios, o benefício contempla 800 URMs para o funeral e 480 a 1.100 URMs para reconstrução dos diversos tipos de estufas existentes. A contribuição associativa continua sendo de 3 URMs.

O benefício que garante descontos para quem antecipa o pagamento da inscrição mantém as mesmas datas e descontos: até o final de julho, recebe 10% de desconto; até o final de agosto, ganha 8% de abatimento; para quem opta pela liquidação até final de setembro, o desconto é de 6% e até 31 de outubro, prazo final para inscrições, a redução é de 4%. As alterações foram aprovadas, em sua maioria, por unanimidade, segundo Benício Werner.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *