Brasil e China reforçam exportação de tabaco

Santa Cruz do Sul/RS – Maior exportador mundial de tabaco, o Brasil, e o segundo maior país comprador do produto brasileiro, a China (com US$ 334 milhões em aquisições no ano de 2014), registraram em encontro na última semana a conclusão favorável dos trabalhos de inspeção da safra 2014/2015. Promovido pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), em Santa Cruz do Sul, reuniu técnicos chineses da Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ), da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), empresas associadas, Serviço de Sanidade Vegetal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado (SSV/Mapa/RS) e Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

136

A pré-inspeção do tabaco produzido no Rio Grande do Sul e processado no período qualificou o produto como apto para embarque, conforme Ni Xin, inspetor chefe da missão chinesa. Nas 134 amostras avaliadas no laboratório da Central Analítica da Unisc, não foram detectadas pragas quarentenárias importantes e, de acordo com as informações anuais do Mapa, os agrotóxicos utilizados estão de acordo com o protocolo assinado entre os dois países. Jesulindo de Souza Júnior e Jairo Carbonari, do ministério brasileiro, ressaltaram efetiva parceria entre áreas de pesquisa, governo e setor produtivo, qualidade técnica da Unisc, garantia de produto livre de qualquer praga e confiança na ampliação das exportações.

Iro Schünke, presidente do SindiTabaco, lembrou o avanço importante ocorrido no ano passado com a expansão do protocolo existente nesta área, possibilitando que o tabaco produzido em Santa Catarina e no Paraná também seja exportado para a China, como já acontecia com o produto gaúcho. Acentuou também a atuação do Mapa e da Unisc neste trabalho, que vem ao encontro do estímulo às exportações e manifestou expectativa de que “a relação com a China continue se fortalecendo cada vez mais”.

Com informações da Assessoria de Comunicação do SindiTabaco
Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *