Associação de municípios reafirma defesa forte da produção de tabaco

Curitiba/PR – Nova diretoria foi empossada nesta quinta-feira, 5 de fevereiro, à frente da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco), em ato realizado na cidade de Curitiba, capital do Paraná. Marcelo Hauagge Distéfano, prefeito de São João do Triunfo (PR), assumiu a presidência e garantiu que o trabalho continuará no mesmo ritmo do prefeito Telmo Kirst, de Santa Cruz do Sul (RS), idealizador da entidade e que a presidiu no primeiro ano de funcionamento, buscando sempre a vigorosa defesa deste setor da maior relevância para mais de 650 municípios só no Sul do Brasil.

“A importância socioeconômica do tabaco é indiscutível. A safra de 2014 envolveu mais de 162 mil famílias e o cultivo gerou R$ 5,3 bilhões de receita aos produtores. O prefeito Telmo iniciou um trabalho que beneficia milhares de pessoas do campo e da cidade. Assumo esse compromisso com a mesma convicção e garanto que o trabalho vai continuar firme e forte”, assegurou Distéfano, que estará na presidência pelo período de um ano.

Telmo Kirst, em seu balanço, destacou a presença da entidade como porta-voz dos municípios em importantes mobilizações do setor na defesa da produção de tabaco. Entre as ações, “a Amprotabaco participou de reunião da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Conicq), em Brasília. As demandas do setor foram levadas até a 6ª Conferência das Partes (COP 6), em Moscou, na Rússia. Aliás, essa foi nossa principal vitória”, ressaltou.

Além do novo presidente, assumiram os vices Roger Eduardo Selski, de Ipiranga (PR), Luiz Alberto Faria, de Canoinhas (SC) e Dalvi Soares de Freitas, de Dom Feliciano (RS). “Os prefeitos precisam pressionar o governo federal e garantir que medidas não venham a prejudicar a produção em nossos municípios”, disse Faria. “Precisamos aproximar esta pauta das nossas comunidades”, acrescentou Soares.

Deputados, representantes de indústrias, federações e outras instituições participaram da posse festiva. Iro Schünke, presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), disse que o sindicato continuará apoiando a Amprotabaco, que “já representou uma defesa muito forte ao setor produtivo, principalmente ao garantir que nossas reivindicações fossem levadas até a Rússia”.

Benício Albano Werner, presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), afirmou que o trabalho da nova associação é fundamental. “A Amprotabaco já fez muito, mas a defesa do setor precisa aumentar e a Afubra apresentará novas demandas ao grupo”, observou. Novo encontro da entidade está previsto para o próximo mês de março.

Com informações das assessorias de comunicação da Amprotabaco e do SindiTabaco
Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *