Afubra recomenda cautela

De olho na previsão do tempo e ainda contabilizando o resultado da última safra, os produtores de tabaco aos poucos aceleram o preparo para o novo plantio. A comercialização da safra 2015/2016 está concluída e foi tranquila, conforme avaliação da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). O preço médio pago ao produtor aumentou 37% no Virgínia e 48% no Burley em relação à safra passada.

Esse aumento ocorreu em virtude da redução no volume de produção porque houve quebra na colheita, consequência do excesso de chuva em outubro e novembro, principalmente. Conforme o presidente da Afubra, Benício Werner, a previsão inicial de produção para a safra era de 697 mil toneladas, mas agora deve ficar em 550 mil toneladas.

Além disso, os países africanos, concorrentes do Brasil, também tiveram alguma quebra de safra. A oferta foi menor que a procura. O mercado já nem estava escolhendo maior ou menor qualidade, mas apenas obtendo a sua produção, conforme relatou o presidente da Afubra em entrevista à Rádio Gazeta na última semana.

Agora, a preocupação das entidades que atuam na defesa dos produtores é que eles queiram ampliar muito a área plantada na nova safra. Conforme Werner, os fumicultores vêm sendo orientados a ter cautela. A previsão é de um ano não chuvoso e, se for assim, a produtividade já será alta, devendo chegar a 150 mil toneladas a mais na comparação com o último ciclo.

“Se aumentarmos a área plantada, imagina quanto mais vamos colocar no mercado. E isso não vai acontecer só no Brasil”, alertou. Werner explicou que, se a oferta for muito grande, os fumicultores chegarão a fevereiro ou março de 2017 recebendo menos do que neste ano.

“Estamos em tempo para ter essa cautela, porque o produtor está iniciando o plantio. Alguns ainda estão trabalhando no canteiro e na preparação do solo. E não adianta investir para, lá na frente, receber menos”, avaliou.

Assembleia da Afubra: A Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) fará assembleia geral no próximo sábado. O objetivo é apresentar os resultados da safra 2015/2016 e o balanço, fixação dos valores das contribuições e benefícios do Departamento de Mutualidade para o próximo ciclo. A reunião será realizada no Teatro do Colégio Mauá, em Santa Cruz do Sul, a partir das 8h30. O público são os associados da Afubra em dia com o Departamento de Mutualidade. Informações: Jornal Gazeta do Sul

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *