A doença da folha verde do tabaco e a proteção do trabalhador

Por Luiz Carlos Castanheira – Engenheiro Agrônomo e de Segurança do Trabalho

A Doença da folha verde do tabaco, ou GTS-Green Tobacco Sickness, é um tipo de intoxicação por nicotina causada pela absorção dermal desse alcaloide durante a colheita de tabaco molhado por orvalho ou por chuva. As empresas fumageiras, preocupadas com o problema, iniciaram um trabalho com o objetivo de melhor estudar o assunto e desenvolver o equipamento de proteção adequado.

Quando iniciamos o trabalho, no início de 2009, rapidamente percebemos que a proteção usada pelos produtores não funcionava, por se rasgarem com facilidade ou por não oferecerem a proteção que era necessária. A partir daí, foram iniciados os estudos para que se pudesse encontrar a Vestimenta de Colheita que atendesse a necessidade de proteção e conforto do trabalhador. Durante todo o ano de 2009, visitamos agricultores dos três estados do sul do Brasil, acompanhando todo o trabalho de colheita, testando materiais, modelagem, costura, cor, acabamento, tudo a fim de se conseguir produzir uma vestimenta que atendesse não só às necessidades de proteção, mas que também fosse termicamente confortável e bem aceita pelos agricultores.

No final desse mesmo ano foi entregue ao SindiTabaco o relatório final desse trabalho, com as especificações de vestimentas de colheita. A eficácia desse novo equipamento de proteção foi então testada e ficou comprovada uma proteção efetiva de 98%. Passados 10 anos, a vestimenta de colheita continua a ser utilizada, cumprindo o seu papel de evitar a intoxicação dermal por nicotina, protegendo o trabalhador e garantindo a ele conforto térmico e maior durabilidade.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *