A crise ecológica

O Planeta Terra vem se tornando cada vez mais complexo e não temos hoje um caminho que possa resolver a crise ambiental mundial, que é resultado da ação humana sobre os recursos naturais do planeta. Não se pode resolver tudo como uma questão racional. A crise ecológica é resultado da falta de conhecimento da natureza, da falta de sensibilidade em entender e ouvir as ânsias do planeta e, para isto, é necessário firmar um diálogo com a natureza, compreendendo o seu papel e a sua importância para a vida.

As ações para buscar soluções para a crise ecológica estão ligadas diretamente a uma mudança de postura e de comportamento, a avaliação de cada um quanto ao seu papel como cidadão do planeta. Agir localmente e pensar globalmente depende do desenvolvimento de uma consciência pessoal que possa levar a uma consciência global. E este processo perpassa por uma educação que busque resgatar os valores morais, sociais e ambientais, de forma a sensibilizar cada pessoa, pois, todos sabem o que é certo e o que é errado, o difícil é sempre fazermos o que é certo e isto depende da consciência pessoal de cada ser humano.

A Educação Socioambiental se apresenta com uma proposta de sensibilização onde o principal agente é o jovem que, através de uma mudança de postura e de valores, possa levar aos vários segmentos da sociedade, desafios que visem a melhoria da qualidade de vida desta e das futuras gerações. A escola, principal instrumento de transformação, deve estar atenta aos problemas sociais, culturais, ambientais e discutir com a comunidade, através do aluno, novos conceitos que busque alternativas de preservar e conservar a vida do Planeta Terra.

Nos últimos 25 anos, a Afubra através do Projeto Verde é Vida, tem buscado, juntamente com suas escolas parceiras, alternativas que visem a mudança de comportamento da sociedade, desenvolvendo juntamente com os professores, ações de sensibilização do aluno, de sua família e de sua comunidade de forma a promover uma consciência global que, para muitos, parece utópica, mas para quem acredita que a educação é o melhor instrumento de transformação das pessoas, isto é possível. E é isto que Projeto Verde é Vida faz: são 25 anos trabalhando em uma proposta de mudança de comportamento quanto à preservação e proteção da natureza.

Hoje, o Projeto Verde é Vida já apresenta resultados positivos; resultados na distribuição de mudas que gerou na comunidade, nestes últimos 25 anos, uma consciência de preservação. Percebe-se a mudança no comportamento de lideranças municipais, professores, comerciantes que há 25 anos eram crianças e adolescentes que vivenciaram nas atividades do Afubrinha e do Verde é Vida propostas e alternativas de mudança, e hoje são adultos conscientes que levam à frente esta ideia.

Poderíamos falar mais destes 25 anos de trabalho, mas entendemos que muito ainda tem que ser feito, pois, na educação os resultados aparecem a longo prazo, talvez seja preciso mais 25 anos para que as pessoas percebam que o nosso papel neste planeta não de ser o dono dele, mas sim guardião deste maravilhoso e complexo Planeta Terra.
José Leon Macedo Fernandes – coordenador Pedagógico do Projeto Verde é Vida, da Afubra

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *