11 mil lavouras já foram atingidas pelo granizo na safra 2014/15

Santa Cruz do Sul/RS – A incidência de granizo deve elevar os prejuízos nas lavouras de tabaco do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Segundo dados divulgados pela Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), 11,1 mil plantações já foram atingidas na atual safra. Na temporada passada, foram 3,9 mil no mesmo período.

O aumento se deve às ocorrências de granizo entre os dias 12 e 19 deste mês, que elevaram em 6 mil a quantidade de ocorrências. Os casos mais graves foram identificados na Região Sul, com estragos nas microrregiões de Camaquã (1,6 mil lavouras), Santa Cruz do Sul (mil) e Sobradinho e Arroio do Tigre (em torno de 1,1 mil). Santa Catarina teve 1,5 mil lavouras afetadas – destas, 1,2 mil em Rio do Sul. No Paraná, 1,1 mil plantações foram danificadas, com maiores incidências em Rio Negro, Irati e Imbituva.

“Nos dias 12 e 13 de outubro, 3 mil lavouras foram atingidas. Se durante esta semana não tivéssemos chuva, teríamos pendentes para atendimento apenas os atingidos nos dias 18 e 19, que são os cerca de 6 mil atingidos”, explica o presidente da Afubra, Benício Albano Werner.

O dirigente  revela que a equipe de campo da entidade conta com 120 colaboradores e todos, inclusive coordenadores e inspetores, estão nas lavouras, fazendo as avaliações dos prejuízos. Essa equipe tem, em média, condições de atender cerca de 600 fumicultores por dia. “Com esse acúmulo de produtores atingidos somente numa semana, pedimos a compreensão dos associados, pois empenharemos esforços para que todos sejam atendidos o mais breve possível.”

O presidente ainda orienta os associados que precisam colher o fumo das plantações afetadas para que deixem as vergas à mostra, conforme as orientações que constam no verso do pedido de inscrição no Sistema Mútuo da Afubra. “Ocorrências acumuladas como essas que temos tido nesta última semana, jamais tivemos nos 60 anos da Afubra”, finaliza Werner.

Share

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *